Quer alinhar o dente?

Especialistas indicam as vantagens e desvantagens dos aparelhos ortodônticos e como podem ajudar a conseguir o sorriso perfeito

O objetivo da ortodontia é prevenir e resolver problemas de crescimento e desenvolvimento da mordida, face e arcos dentários de maneira simples e eficaz. E para que isso seja possível existem diferentes aparelhos ortodônticos que, dentro das suas funções, são capazes de devolver o sorriso perfeito para o paciente.
Aparelho móvel
O aparelho móvel (ortopédico) é indicado para pacientes na fase de dentição de leite e mista (fase de crescimento). Sua finalidade é estimular o desenvolvimento ósseo, permitindo que os dentes permanentes cresçam nas posições corretas. Considerado um tratamento preventivo, ele impede que um problema seja instalado antes da finalização do crescimento dental.
Desvantagens: a cooperação do paciente (e responsável) faz toda a diferença para o resultado do processo e, caso não seja satisfatória, o processo pode ser longo e ainda pode aumentar o tempo de uso do aparelho fixo.

Aparelho fixo 

Já o aparelho fixo, o mais usado hoje em dia, é considerado um tratamento corretivo feito na dentição já permanente. Por apresentarem diferentes técnicas e tipos costumam resolver qualquer caso desde que bem planejado e executado o processo. Na sua forma mais tradicional, é composto por bráquetes de metal (colados nos dentes) e elásticos que prendem o fio metálico que serve de guia para o alinhamento dos dentes.

Desvantagens: o acúmulo de alimentos, ulcerações na mucosa, quebras e dor estão constantemente presentes no tratamento, precisando da colaboração e cuidado de quem está sendo tratado.

Aparelhos fixos estéticos
A tecnologia e a necessidade de tornar os aparelhos fixos cada dia mais discretos fizeram com que outros modelos desses dispositivos fossem criados. Esses aparelhos encontram-se cada vez menores e com materiais estéticos que se aproximam da aparência dos dentes como bráquetes feitos de porcelana, policarbonato e safira.

Desvantagens: além das desvantagens comuns de um aparelho fixo, o custo é bastante alto.

Alinhadores invisíveis (tipo Invisalign)
O aparelho invisível (ou alinhador invisível) corrige os dentes utilizando uma série de placas removíveis de acetato, feitas sob medida, que são indicadas para casos simples de alinhamento e nivelamento. Suas vantagens são inúmeras; ele não usa bráquetes nem fios, é o mais confortável de todos e pode ser retirado e colocado sempre que o paciente achar necessário.

Desvantagens: o alto custo e a limitação de indicação para o seu uso, além de também dependerem completamente da cooperação do paciente, o que pode tornar o tratamento mais longo.

Aparelho lingual
Seguindo a linha de aparelhos “invisíveis”, esse é um modelo praticamente imperceptível, pois os bráquetes são colocados na parte interna dos dentes e ficam em contato com a língua. Sua principal vantagem é conseguir resultados ortodônticos sem prejudicar a estética.

Desvantagem: maior dificuldade para remoção de alimentos e incômodo (com possíveis lesões) na língua.

Fonte : Sáudeterra

O que é tratamento de canal?

É o tratamento onde se faz a descontaminação interna da raiz do dente onde está localizado o “nervo” que é a polpa dental. As causas que provocam o tratamento são:

  • Cárie Dental e ou infiltração da restauração (“obturação”)
  • Traumatismo oclusal caudado por bruxismo onde o dente se desgasta até atingir o nervo
  • Fratura dental por mastigação ou acidental por queda

O segredo para evitar o tratamento de canal é a prevenção visitando seu dentista regularmente de 6 em 6 meses para sempre ser orientado no uso racional do açúcar para evitar as caries, verificando possíveis infiltrações e desgaste oclusais.

Além de na maioria da vezes ser um tratamento mais caro um dente com o mesmo dura em média 30 anos pra menos ou mais pois fica bem  fraco.

 

O que acontece durante a visita ao dentista?

 

Na sua primeira visita, faremos perguntas buscando levantar um pouco do histórico da sua saúde geral. Nas visitas seguintes, não deixe de informá-lo sobre qualquer mudança no seu estado de saúde. Na maior parte das vezes, as visitas ao dentista se resumem a uma revisão do estado de integridade e higiene dos dentes. As consultas de rotina, que incluem a limpeza dos dentes e que, de preferência, devem ser feitas a cada seis meses, ajudam a manter seus dentes mais limpos e a durarem mais e ajudam a evitar o desenvolvimento de problemas que podem chegar a causar dor.

• Profilaxia e limpeza dos dentes As revisões quase sempre incluem uma limpeza geral dos dentes. Usaremos instrumentos especiais para raspar a região do dente localizada abaixo da linha da gengiva, removendo placa e tártaro que podem causar gengivite, cáries, mau hálito e outros problemas. Poderemos também passar fio dental e polir os seus dentes.

• Exame completo Será feito um exame cuidadoso de seus dentes, da sua gengiva e mucosa da boca, procurando sinais de enfermidades ou outros problemas. O objetivo aqui é ajudar a manter a saúde da sua boca e, se houver problemas, identificaremos e trataremos o mais rápido possível, antes que se agravem.

• Radiografias dependendo da sua idade, dos riscos de doença e dos sintomas apresentados poderemos recomendar que sejam tiradas radiografias, para ajudar no diagnóstico de problemas que não poderiam ser detectados de outra maneira, como, por exemplo, danos aos ossos do maxilar ou da mandíbula, dentes que sofreram trauma, abcessos, cistos ou tumores e cáries entre os dentes.

• Como medida de precaução, você deverá usar um avental de chumbo no momento de tirar as radiografias. Em caso de gravidez, informe nos uma vez que este tipo de exame só deve ser feito em casos de emergência.

Talvez seja necessário tirar uma radiografia panorâmica ou tomografia. Estes tipos de exames complementares nos proporcionam uma imagem completa da arcada dentária inferior e superior e auxilia-nos a analisar a oclusão e a relação entre os diferentes dentes.

O que são Aftas !!!

 

As aftas são manifestações do estresse que modificam o funcionamento da suprarrenal e aumentam a produção de seus hormônios corticoides. Este excesso desregula o sistema imunológico que passa a reconhecer partes do corpo como estranhas e atacá-las, gerando doenças autoimunes como as aftas. Depois de um recente artigo sobre aftas, eis as perguntas mais comuns:

1- É tão simples assim, começa com microtraumatismos?

Sim, o sistema imunológico percebe a mucosa bucal quando fica exposta e se estiver desregulado pelo estresse, ou se a mucosa tiver proteínas que pareçam com as da bactéria, ele ataca até perceber, depois de dias, que se enganou!

2- Se eu não for estressado, não terei aftas?

A quantidade e a frequência será muito menor, apenas em eventuais microtraumatismos mais significantes.

3- Isto significa que meu sistema imunológico não reconhece como minha a mucosa bucal?

Ele tem dificuldade por que sua mucosa tem proteínas na composição que se assemelham com as de certas bactérias.

4- As aftas não tem nada a ver com o estômago?

Não, não tem nada a ver com a função estomacal, como acidez e gastrite. As pessoas estressadas que tem muitas aftas, em geral, tem também desconforto estomacal. Se coincidem as duas manifestações, e passam assim a impressão que são interligadas, pois a causa é a mesma: o estresse!

5- Eu não herdei as aftas de meus pais?

Em parte sim, pois você herdou deles a mucosa bucal e o sistema imunológico. A sua mucosa tem as proteínas parecidas com as das bactérias e você as herdou do seus pais.

6- Tem certeza que as aftas não são alergias a alimentos como o abacaxi?

Elas não representam alergias a alimentos. Faça um teste e tome todos os dias suco de abacaxi, por uma semana, e não terá aftas. Apenas ocorrerão em pessoas propensas, que comem o fruto que irrita e machuca muito a mucosa bucal.

7- Nenhuma doença provoca o aparecimento de aftas na boca?

Qualquer doença que deixe a mucosa muito fina e frágil pode aumentar a quantidade de aftas. É por isto que fumante não tem afta, o tabaco espessa a mucosa deixando grossa e revestida por queratina como a pele. Quando se deixa de ingerir vitaminas B e ferro de frutos e vegetais, a pessoa fica com anemia porque a medula prolifera muito e, sem eles, deixa de produzir hemácias na quantidade suficiente. A mucosa bucal também prolifera muito e precisam destas vitaminas e íons para proliferar, sem eles fica delicada e a língua lisa avermelhada. Alguns pacientes apresentam-se com anemia e aftas, mas a causa que é comum e não uma provocou a outra!

8- O que faço para se prevenir das aftas?

Rever o estilo de vida, alimentação, forma que se faz a higiene bucal e usar produtos adequados para diminuir os sintomas e reduzir o tempo de duração como o gel formulado com 50g de hidroxipropilcelulose, 0,5 de betametasona e 2% de ácido acetilsalicílico.

9- Por que minhas aftas são grandes e duram muito?

Existe um tipo menos comum: as aftas maiores ou de Sutton que deixam cicatrizes e duram até 6meses, diminuindo a qualidade de vida. Antiinflamatórios sistêmicos e ou injetados na lesão são utilizados para abreviar o sofrimento, mas a talidomida, representaria a melhor terapia.

Por ter provocado grande impacto mundial se tem preconceito no uso da talidomida. Ela está indicada para várias doenças, quase sempre autoimunes, e ainda para controlar a imunorejeição de transplantes e as neuralgias zosterianas. Seu uso sofre muitas restrições justificadas pelo seu efeito teratogênico entre o 35º e 55º dia de gestação, deixando o feto sem membros e cérebro, como ocorreu quando seu uso foi generalizado.

Há anos a talidomida representa uma importante e eficiente droga de controle de processos autoimunes. Quando os pacientes são homens ou mulheres sem qualquer possibilidade procriativa, seu uso deixa-os sem aftas com reduzidos efeitos colaterais. Seu uso está restrito a profissionais treinados e habilitados a receitá-las até por que não é vendida em farmácias, sendo fabricada por laboratórios estatais. Seu uso é muito controlado e deve-se procurar um profissional habilitado para tal prescrição como um dermatologista, reumatologista ou estomatologista em serviço público de saúde.

Fonte : http://vidadedentista.com.br/2016/05/prof-consolaro-explica-tudo-que-voce-precisa-saber-sobre-aftas.html